domingo, 29 de maio de 2011

Sou assim


"Inocente não sou, não mesmo. Não sou comum, e odeio a normalidade. Ora estou aqui, mas preferia estar lá. Faço coisas que não agradam as pessoas, mas em certos momentos, sou admirável, memorável. Acredito na liberdade sexual. E já fui muito mais longe do que muita gente pensa em ir. Apesar de tudo sou compreensível, gentil e amoroso. Sei lidar com os sentimentos alheios, porém muitas vezes nem ligo pra eles. Algumas pessoas são apenas "pessoas" para mim. Porém, não sou um monstro, e em algum lugar ainda bate um coração neste peito cravado de memórias." Achei por ai... me define muito bem, não acha?

sexta-feira, 18 de março de 2011

Você tem dúvidas ainda?




Hoje eu acordei mais cedo
E fiquei te olhando dormir
Imaginei algum suposto medo
Para que tão logo
Pudesse te cobrir

Tenho cuidado de você
Todo esse tempo
Você esta sob o meu abraço
E minha proteção
Tenho visto você errar e crescer
Amar e voar
Você sabe onde pousar

Ao acordar terei partido
Ficarei de longe, escondido
Mas sempre perto decerto
Como se eu fosse humano, vivo
Vivendo pra te cuidar, te proteger
Sem você me ver
Sem saber quem sou
Se sou anjo
Ou se sou
Seu amor

Afinal, quem eu sou?
Seu anjo ou seu amor?
Tenho asas?
Anjos protegem, cuidam
Aparecem invisíveis
Humanos também
Quando amam

Quero dizer
Que não importa
Saber de onde venho
Se tudo que sou pra você
E amor

E se ainda assim
Quiser voar
Te levo comigo
Te mostro as estrelas
Outros alados, Deus
A vida celeste

Depois voltaremos pra casa
E mais uma vez humanos
Nos amarmos
Ate morrermos
Pra dizer que é seu o anel
Sou o seu amor na terra
E seu anjo no céu.